Mais Notícias

Mais Notícias

Visita a São Rafael- RN

23 Mai 2016 Escrito por

 

Visita à cidade de São Rafael-RN, realizada no dia 21 de maio de 2016, pelos estudantes do 1º Técnico em Processamento do Pescado, da Escola Advogado Nobel Vita, sob coordenação dos professores: Lucas Santana, Lindalva Maria e Zuleide Soares. Com o objetivo de conhecer às ruínas da antiga São Rafael, que foi inundada há 30 anos para dar lugar à barragem Armando Ribeiro Gonçalves, e que agora devido a estiagem que atinge boa parte das cidades do interior do Rio Grande do Norte, na região do Vale do Açu, reapareceram.

 

Visita à Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves-RN


Visita à barragem Armando Ribeiro Gonçalves realizada com o objetivo de conhecer o maior manancial hídrico artificial do estado (a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves) localizada na microrregião do Vale do Açú-RN, com cabeceira no município de Itajá, no Rio Grande do Norte.

 

Entre os dias 02 e 03 de dezembro de 2015, foi realizada a IV Feira de Ciências, Arte e Cultura da Escola Advogado Nobel Vita, na qual, são apresentos os projetos educacionais realizados pelos professores durante todo o ano letivo.

Os projetos são aplicados nas diversas áreas do conhecimento com a participação dos alunos envolvidos.

Mais de mil e trezentos alunos da 3ª série do ensino médio da rede estadual foram aprovados nos vestibulares de universidades da Paraíba e de outros Estados. De acordo com informações das 14 Gerências Regionais de Educação (GRE), este número tende a aumentar devido à divulgação dos resultados de outros processos seletivos em todo o país.

Dos mais de 1.300 alunos aprovados até o momento, 40 alcançaram primeiros lugares em diversos cursos da UFPB, UEPB e IFPB. Deste total, 11 alunos conquistaram a primeira colocação graças ao Pré-Vestibular Social do Governo do Estado (PBVest), além de quatro segundos lugares e 11 terceiros lugares em cursos como Medicina, Odontologia, Farmácia, Arquitetura, entre outros cursos concorridos.

A aluna Joceara Alexandrino da Silva, da Escola Estadual Nobel Vita, de Coremas, cursou o PBVest e conquistou vaga em oito cursos de universidades públicas e privadas de João Pessoa, Patos, Recife e Brasília. Das oito aprovações, Joceara conquistou o primeiro lugar em duas, nos cursos de Ciências Biológicas da UFRPE e no curso de Agropecuária do IFPB.

Outras alunas do PBVest que conquistaram vagas em vários cursos foram Kelly Alves, de Ibiara, que conquistou vagas em seis vestibulares nos últimos dois anos; e Daniele Maria, da Escola Estadual Padre Jerônimo Lauwen, de Santa Luzia, que conseguiu vagas em cinco cursos: Fisioterapia (UEPB), Fonoaudiologia (UFPB), Técnico em Edificações (IFPB), Ciências Contábeis (universidade particular) e Enfermagem (UFCG).

De acordo com Américo Falcone, coordenador estadual do PBVest, o resultado do sucesso dos alunos se deve ao investimento realizado pelo Governo do Estado. “Com este resultado o Governo mostra que está no caminho certo, pois a cada ano são realizados investimentos e recursos para que os nossos alunos se orgulhem de estudar na rede pública da Paraíba”, destacou.

Casos de sucesso – Na primeira GRE, a aluna Amanda Nascimento de Oliveira, da Escola Estadual Tenente Lucena, conquistou o primeiro lugar no curso de Nutrição de uma universidade particular de João Pessoa. Na segunda GRE, o aluno Jucielbe Gomes da Silva, da Escola Estadual Benjamin Maranhão, da cidade de Araruna, conquistou o primeiro lugar no curso de Engenharia Civil da UEPB. Na mesma escola, a aluna Aline da Luz Medeiros obteve o primeiro lugar no curso de Ciências Contábeis, também na UEPB.

Na terceira GRE, o aluno Bruno Oliveira, da Escola Estadual Senador Argemiro de Figueiredo, em Campina Grande, conquistou o primeiro lugar no curso de Informática da UEPB e a aluna Kelly Barbosa Mota, da Escola Estadual Joana Emília, de Fagundes, obteve o primeiro lugar no curso de Odontologia da UEPB. Outros alunos da regional também conquistaram primeiros lugares nos cursos de Letras, Geografia, Física, História e Filosofia também da UEPB.

Na quarta GRE, a aluna Talita Nancy Alves Diniz Luna, da Escola Estadual José Luiz Coelho, no município de Barra de Santa Rosa, conquistou o primeiro lugar no curso de Administração da UFPB. Na quinta GRE, o primeiro lugar no curso de Fisioterapia da UEPB ficou com a aluna Liliane Coelho Vieira. Na sexta GRE o aluno da Escola Monsenhor Manuel Vieira, de Patos, Daniel Henrique Rodrigues de França, obteve o primeiro lugar em Computação na UEPB.

Primeiros lugares do PBVest:


Nome Classificação Universidade

Jeanny S. Galdino Lucena – 1º- Medicina UFRB
Aline da Luz Medeiros – 1º – Ciências Contábeis UEPB
Daniele Maria Dos Santos – 1º – Fisioterapia UEPB
Eliaquim Guedes Crispim – 1º – Ciências da Computação UFCG
Geraldina Andrade de Sousa – 1º – Ciências Agrárias UEPB
Joceara Alexandrino da Silva – 1º – Agropecuária IFPB
Joceara Alexandrino da Silva – 1º – Ciências Biológicas UFRPE
Jucielb Gomes da Silva – 1º – Engenharia Civil UEPB
Luênia Maria V. de Azevedo – 1º – Música IFPB
Marcos Pereira de Araújo – 1º – Matemática UEPB
Pedro Henrique D. dos Santos – 1º – Física UEPB
Elaine Roberta Leite de Souza – 2º – Engenharia Ambiental UFCG
Bruno da Silva Antonio – 2º – Engenharia Elétrica UFPB
Thays Matias Ribeiro – 2º – Eletrotécnica IFPB
Eduardo Carvalho de Andrade – 2º – Música IFPB
Yuri Alves – 3º – Medicina UFPB
João Carlos F. Bernardo – 3º – Administração UEPB
Vicente Elias da Silva Neto – 3º – Ciências Agrárias UEPB
Vicente Elias da Silva Neto – 3º – Ciências Agrárias UEPB
Henrique Vieira Plácido – 3º – Engenharia Mecânica UFPB
Tais Sousa Florentino – 3º – Direito UEPB
Cyntia de Lima Falcão – 3º – Letras UEPB
Sheila Silva – 3º – Análises de Desenvolvimento de Sistema UEPB
Mirelly Vasconcelos Silva – 3º – Letras UEPB
Patrícia de Vieira Queiroga – 3º – Arquitetura UFPB
Thassya Matias Ribeiro – 3º – Eletrotécnica IFPB

 Fonte: paraiba.pb.gov.br

O professor efetivo Robson Silva Cavalcanti, da Escola Estadual de Ensino Médio Adv. Nobel Vita, localizada em Coremas, na 7ª Gerência Regional de Educação (GRE), finalizou suas aulas do 1º semestre utilizando os tablets distribuídos pela Secretaria de Estado da Educação (SEE), para alunos da 1ª série do Ensino Médio das escolas da rede.

O professor de Ciências Biológicas explicou a importância do uso da tecnologia em sala de aula. “Nossa proposta é potencializar a aprendizagem e isso acontece com o uso de mais esse recurso, além de estarmos colocando em prática o plano de ação da escola, que visa mitigar os impactos sobre o meio ambiente com a redução do consumo de papel, tonner e todo o custo da impressão”, contou o professor.

Outro aspecto positivo ressaltado pelo professor são as possibilidades que surgem com o uso dos tablets. “Abre-se um universo de possibilidades por meio dos e-books, vídeos, aplicativos que podem ser utilizados na sala de aula virtual”, explicou Robson Cavalcanti. As atividades realizadas pelo professor Robson acontecem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), utilizando a Plataforma Moodle, disponível no site da escola.

A diretora da escola, Maria de Fátima Silva, analisou a participação dos alunos nas aulas. “Os alunos estão achando o recurso fascinante, tanto na qualidade do material e das imagens quanto no resultado imediato, apontando o caminho correto para a resposta depois do erro”, destacou a diretora.

A Escola Estadual de Ensino Médio Adv. Nobel Vita foi uma das vencedoras do Prêmio Escola de Valor em 2012 e o professor Robson Silva Cavalcanti também foi contemplado com o Prêmio Mestres da Educação. “A inovação e o desejo de ir mais longe aliados ao apoio governamental com os recursos necessários definitivamente estão nos ajudando a melhorar o desempenho da educação na Paraíba”, finalizou Maria de Fátima Silva.

Fonte: paraiba.pb.gov.br

Uma ideia ousada de professores e técnicos colocou a Escola Estadual de Ensino Médio Integrado ao Ensino Técnico Advogado Nobel Vita, da cidade de Coremas, como uma das primeiras na rede estadual a contar com seu próprio site de notícias e serviços voltados à comunidade escolar. O site: www.escolanobelvita.com.br foi lançado no dia 4 deste mês, data de aniversário de 57 anos da emancipação política da cidade.

De acordo com o idealizador do site, o professor de biologia Robson da Silva Cavalcante, o objetivo da iniciativa é dar maior interatividade às práticas pedagógicas da escola, bem como integrar professores, funcionários, pais e alunos. Ele ressaltou que o referencial do site é o boletim on line, através do qual os pais têm acesso às notas dos filhos e podem fazer sugestões e reclamações sobre o dia a dia da escola.

Segundo o professor, a intenção é aderir ao projeto de transparência adotado pelo Governo do Estado, por meio de prestação de conta dos serviços oferecidos pelo estabelecimento de ensino. Através do site, os alunos recebem, por exemplo, recados sobre eventos relacionados à Educação no Estado e sobre a escola. “O projeto foi desenvolvido com mão de obra da própria escola e a baixo custo, de apenas R$ 52 por ano”, destaca o professor.

Robson Silva disse que conta com o apoio dos alunos que elogiaram a iniciativa, da direção da escola, através da diretora Maria de Fátima Cavalcante, e do gerente da 7ª Regional de Educação, com sede em Itaporanga Josias Tolentino.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), está implementando o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) em 15 escolas localizadas nas 14 Gerências Regionais de Educação (GRE) da rede estadual de ensino. As matrículas estão abertas para os jovens e adultos maiores de 18 anos que já possuem o Ensino Fundamental e podem ser realizadas durante todo o mês de fevereiro. As aulas do Proeja acontecem no turno da noite e começam no dia 13 deste mês.

A gerente de Educação de Jovens e Adultos da SEE, Maria Oliveira, explicou que o Proeja favorece a aprendizagem do aluno, estimulando sua permanência na escola porque, comumente, ele acaba desistindo pela falta de perspectiva em relação ao currículo. “Ele desiste por achar o ensino descontextualizado de sua realidade, tornando o aprendizado cansativo. Nesse sentido, o programa busca oferecer incentivo aos alunos, levando a sua realidade para a sala de aula e tornando esse aprendizado mais prazeroso. Então, ao terminar o Proeja, o aluno sairá com formação integral, técnica e profissional”, esclareceu.

Os cursos oferecidos pelo Proeja contemplarão o mundo do trabalho por meio dos eixos que norteiam a Educação na Paraíba: identidade, cultura, cidade, campo, comunicação, tecnologia, cidadania e trabalho. Foram selecionadas inicialmente 15 escolas que já ofereciam educação profissional e que ampliaram suas vagas para este público.

 Em João Pessoa, três escolas foram selecionadas para oferecer cursos do Proeja: E. E. Presidente Médici (Serviço de Restaurante e Bar e Eventos); E. E. Severino Dias de Oliveira Mestre Sivuca (Instrumento Musical e Canto) e E. E. Profa. Maria do Carmo de Miranda (Secretariado). Em Campina Grande, também três escolas estão oferecendo cursos do Proeja: E. E. Dr. Hortênsio de Sousa Ribeiro (Hospedagem); E. E. Dr. Elpídio de Almeida (Comércio) e E. E. Pe. Emídio Viana Correia (Eventos).

Outras nove cidades do Estado também foram selecionadas para oferecer cursos do Proeja. São elas: Pitimbu (E.E. Durval Guedes – curso de Hospedagem), Sapé (E. E. Cassiano Ribeiro Coutinho – Secretariado), Bananeiras (E. E. José Rocha Sobrinho – Hospedagem), Cuité (E. E. Orlando Venâncio dos Santos – Informática), Monteiro (E. E. José Leite de Sousa – Instrumento Musical), Santa Luzia (E. E. Pe. Jerônimo Lauwen – Mineração), Coremas (E. E. Advogado Nobel Vita –  Aquicultura e Processamento de Pescado), Catolé do Rocha (E. E. Obdúlia Dantas – Informática) e Itabaiana (E. E. Dr. Antônio Batista Santiago – Comércio).

paraiba.pb.gov.br

Os gestores e professores da rede estadual de ensino que tiveram suas inscrições homologadas na última etapa dos prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação têm até as 14h do próximo dia 28 para entregar os dossiês. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que o edital foi republicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 16 de outubro/2015, e pede que todos leiam antes de enviar o documento, que deverá ser encaminhado de forma online.

De acordo com a comissão organizadora dos prêmios, o dossiê do Prêmio Escola de Valor é composto por relatório de execução do projeto de intervenção pedagógica, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado. O endereço de acesso é o http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/escola-de-valor.html.

Já o dossiê do Prêmio Mestres da Educação é composto por relatório de execução do projeto, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado, por meio do endereço: http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/index.html.

Para mais informações basta acessar o site dos prêmios por meio dos endereços citados, onde encontra-se arquivo com “exemplos dos dossiês para os prêmios” .

Fonte: paraiba.pb.gov.br

Os gestores e professores da rede estadual de ensino que tiveram suas inscrições homologadas na última etapa dos prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação têm até as 14h do próximo dia 28 para entregar os dossiês. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que o edital foi republicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 16 de outubro/2015, e pede que todos leiam antes de enviar o documento, que deverá ser encaminhado de forma online.

De acordo com a comissão organizadora dos prêmios, o dossiê do Prêmio Escola de Valor é composto por relatório de execução do projeto de intervenção pedagógica, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado. O endereço de acesso é o http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/escola-de-valor.html.

Já o dossiê do Prêmio Mestres da Educação é composto por relatório de execução do projeto, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado, por meio do endereço: http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/index.html.

Para mais informações basta acessar o site dos prêmios por meio dos endereços citados, onde encontra-se arquivo com “exemplos dos dossiês para os prêmios” .

- See more at: http://paraiba.pb.gov.br/escolas-e-professores-tem-ate-o-dia-28-para-entrega-de-dossies-dos-premios-escola-de-valor-e-mestres-da-educacao/#sthash.GZbmjnNH.dpuf

Os gestores e professores da rede estadual de ensino que tiveram suas inscrições homologadas na última etapa dos prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação têm até as 14h do próximo dia 28 para entregar os dossiês. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que o edital foi republicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 16 de outubro/2015, e pede que todos leiam antes de enviar o documento, que deverá ser encaminhado de forma online.

De acordo com a comissão organizadora dos prêmios, o dossiê do Prêmio Escola de Valor é composto por relatório de execução do projeto de intervenção pedagógica, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado. O endereço de acesso é o http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/escola-de-valor.html.

Já o dossiê do Prêmio Mestres da Educação é composto por relatório de execução do projeto, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado, por meio do endereço: http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/index.html.

Para mais informações basta acessar o site dos prêmios por meio dos endereços citados, onde encontra-se arquivo com “exemplos dos dossiês para os prêmios” .

- See more at: http://paraiba.pb.gov.br/escolas-e-professores-tem-ate-o-dia-28-para-entrega-de-dossies-dos-premios-escola-de-valor-e-mestres-da-educacao/#sthash.GZbmjnNH.dpuf

Os gestores e professores da rede estadual de ensino que tiveram suas inscrições homologadas na última etapa dos prêmios Escola de Valor e Mestres da Educação têm até as 14h do próximo dia 28 para entregar os dossiês. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que o edital foi republicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 16 de outubro/2015, e pede que todos leiam antes de enviar o documento, que deverá ser encaminhado de forma online.

De acordo com a comissão organizadora dos prêmios, o dossiê do Prêmio Escola de Valor é composto por relatório de execução do projeto de intervenção pedagógica, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado. O endereço de acesso é o http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/escola-de-valor.html.

Já o dossiê do Prêmio Mestres da Educação é composto por relatório de execução do projeto, documentos comprobatórios e autoavaliação com justificativa. Todos devem integrar um único arquivo, transformá-lo em PDF no tamanho máximo de 15 MB e clicar em, enviar, no campo destinado, por meio do endereço: http://mestresdaeducacao.pb.gov.br/index.html.

Para mais informações basta acessar o site dos prêmios por meio dos endereços citados, onde encontra-se arquivo com “exemplos dos dossiês para os prêmios” .

- See more at: http://paraiba.pb.gov.br/escolas-e-professores-tem-ate-o-dia-28-para-entrega-de-dossies-dos-premios-escola-de-valor-e-mestres-da-educacao/#sthash.GZbmjnNH.dpuf